Coluna Esplanada

Arquivo : dezembro 2013

Retrospectiva 2013 da Coluna Esplanada
Comentários Comente

Leandro Mazzini

O ano passou a jato – por falar, e os ministros que usam os jatinhos da FAB para pré-campanha, heim!? Foi um 2013 com muitas novidades, mas com velhas histórias: as chuvas voltaram e nada foi feito, escândalos se sucederam, políticos se enrolaram em denúncias – e outros, pela primeira vez, foram para a cadeia após o maior julgamento da História do Brasil. Foram 318 colunas, com notícias boas e tristes, mas essenciais para atualizar o leitor. Eis nossa retrospectiva com as principais publicadas.

WHO CARES?

O presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa, já treina seu inglês. É que ele prepara seu refúgio pós-Supremo em Miami, nos EUA. Dia 9 de Junho a Coluna revelou que ele comprou um quarto e sala, financiado, num prédio de luxo. Foi lá poucas vezes ainda.

OSSADAS

Não bastasse esquecer sua História, o Brasil peca em enterrá-la e cometer erros. Dia 15 de Janeiro revelamos que o Ministério da Justiça guardava ossos de duas crianças entre as ossadas de ex-guerrilheiros do Araguaia. Foram pegos por engano num cemitério.

PORTA (VIRTUAL) ABERTA

Em Agosto a Abin e o GSI apresentaram, no Planalto, os softwares de tecnologia nacional desenvolvidos pela Agência, o CriptoGov e o cGov, para blindar contra espionagem computadores e telefones da presidente e ministros. O sistema está em teste

COMO ADÃO

A despeito das regalias, na praxe todos são iguais: os mensaleiros presos passaram a ser revistados nus, no presídio da Papuda em Brasília. Envergonhados, não revelaram, mas divulgaram carta de protesto exigindo respeito..

QUE APERTO!

Uma semana antes da posse no STF, Luís Roberto Barroso passou um aperto. A Coluna descobriu que ele era réu no STJ, em inquérito sigiloso, por suspeita de abuso sexual. Descobriu-se que a denunciante é maluca. E o tribunal engavetou o caso a tempo.

TÃO PERTO, TÃO LONGE

Condenado por corrupção, livre, leve e bilionário, o ex-senador Luiz Estêvão, inelegível até 2022, filiou-se ao PRTB em Brasília. E montou seu escritório na única casa vizinha da… residência oficial do presidente da Câmara dos Deputados.

DEBILITAÇÃO

O aparelho Lokomat Pro é última geração robótica para reabilitação de acidentados, mas o debilitado governo do DF, pela secretaria de Saúde, tentou comprar um superfaturando em R$ 3,5 milhões. Denunciado, o secretário Rafael Barbosa recuou.

MICO DIPLOMÁTICO

François Hollande avisou para Guiana Francesa que desceria ali em Dezembro para inaugurar a ponte St Georges-Oiaóque (AP). Mas.. Dilma, há 32 meses, não constrói as guaritas e alfândega do lado de cá. Ele veio, e passou longe para não constrangê-la.

DOIS PESOS

A Comissão Nacional da Verdade apertou o cerco e começou a convidar os cem maiores repressores da ditadura militar para depor. Alguns já passaram por lá, mas pouco falaram. Na lista, um dos mais conhecidos: Major Curió. Ele ainda vai.

NO AR..

O ministro da Aviação, Moreira Franco, por mais que tente dar jeito no setor, há pouco tempo na pasta, desabafou, no I Encontro de Editores da Coluna: ‘No aeroporto você entrega a sua vida a Deus’ – sobre a falta de comunicação em dia de crise.

PIADA PRONTA

Eis o que houve em Paraipaba (CE): Quadrilha explodiu os caixas do Bradesco de noite, mas o povo correu junto para pegar o dinheiro. Dia seguinte, surgiu carta do bando para delegada: ‘Não voltamos, tomamos prejuízo, esse povo é muito ladrão!’.

ÍNDIO BONITO, ESSE

O cacique de uma aldeia do MT teve filho assassinado por outro índio. A esposa morreu de desgosto e ele ficou muito deprimido. Então escreveu carta para a Funai e revelou que só uma coisa pode fazê-lo feliz e salvá-lo. Quer ganhar uma Hilux 4×4 nova.

DESCULPA, QUE NADA!

Numa reunião com deputados, o chanceler Luís Alberto Figueiredo revelou que o esforço da presidente Dilma é em vão. Os EUA não pedirão desculpas por espionagem e vão continuar espionando. Vazou, porque fonte da coluna estava com ele.

MINHA TERRA TEM..

Deputados distritais da Câmara do DF, donos de terras nas Satélites, legislam em causa própria para transformar por lei áreas rurais em urbanas, para negociá-las. O próprio presidente Wasny de Roure (PT) confessou ser proprietário de terras que podem ser beneficiadas.

COCA BILIONÁRIA

As revelações são do ex-ministro da Justiça da Bolívia Luiz Vázquez: hoje, 54 mil famílias vivem da plantação legal da folha de coca – cerca de 200 mil pessoas – cujo plantio é voltado exclusivamente para a fabricação da droga em refinarias. A cocaína boliviana já atingiu 99% de pureza e são comercializadas 250 toneladas por ano – 80% disso é vendido para o Brasil, e os outros 20% para Estados Unidos e Argentina. Rende US$ 12 bilhões por ano.

MEU AP, MINHA VIDA

A Câmara dos Deputados levou um tombo milionário e foi obrigada a lançar nova licitação para reformar os blocos C, D e E dos apartamentos funcionais da Quadra 302 Norte, em Brasília. A PW Engenharia vencera a licitação para reformar 24 imóveis, por R$ 38 milhões, mas deu calote nos operários e sumiu dos prédios.

CRÉDITO JOVEM

O Ministério do Trabalho lançará mês que vem uma linha de crédito de até R$ 20 mil para incentivar jovens empreendedores, com seleção de projetos e financiamento pela Caixa, a juro baixo, revela o ministro Manoel Dias.

AEROPORTO PETISTA

O deputado Ricardo Berzoini (PT-SP), com apoio do partido, apresentou projeto 6519/13 a fim de mudar o nome do aeroporto para Luiz Gushiken, em homenagem ao recém-falecido ex-ministro do governo Luiz Inácio Lula da Silva. No ano passado, Luiz Gushiken foi absolvido pelo STF da acusação de peculato no processo do Mensalão.

DEVOLUÇÃO DE IR

Decisão do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais, em análise de ação da ex-senadora e hoje ministra das Relações Institucionais Ideli Salvatti (PT-SC), requereu o reembolso para todos os senadores que pagaram o IR sobre os chamados 14º e 15º salários – a ajuda de custo de fim de ano. Ao todo, 45 senadores pagaram o imposto com valores que chegaram até a R$ 74,6 mil por parlamentar (para o período integral de 2007 a 2011). E o Senado bancou R$ 5 milhões em IR do restante dos senadores que não pagaram. O reembolso total pode chegar a R$ 8 milhões, em valores corrigidos

BATOM & PODER

O presidente do PEN, Adilson Barroso, revela que filiou Rosane Collor, ex-primeira dama do presidente Fernando Collor, e Denise Abreu, ex-diretora da Agência Nacional de Aviação Civil. Ambas serão candidatas a deputada federal. Rosane será candidata por Alagoas, e Denise, por São Paulo.

NA BERLINDA

Operação Porto Seguro – pelo menos mais 3 ministros são investigados, sob sigilo. A PF tem a foto de um deles brindando, em sua casa, bom vinho com os investigados presos.


Retrospectiva 2013 tem Funk de protesto e Game sobre STF x Congresso
Comentários Comente

Leandro Mazzini

Atenta às movimentações – nem sempre ao encontro dos anseios populares – do Legislativo e Judiciário, no âmbito sócio-político em 2013, a equipe da TV UOL publicou dois criativos vídeos para os leitores.

Um deles é o funk do protesto, que relembra as manifestações nas ruas em Junho e o julgamento do escândalo do Mensalão no Supremo Tribunal Federal, mas cita também bons momentos para o Brasil, como a vitória na Copa das Confederações e a visita do Papa Francisco ao Rio. Assista aqui.

Em outro vídeo, há uma brincadeira em montagem com personagens notórios do Congresso e do STF, que veladamente, sabemos, digladiaram-se em medição de forças políticas e jurídicas. Veja aqui.

 


Presidente Dilma continua vulnerável à espionagem
Comentários Comente

Leandro Mazzini

A despeito de todas as revelações de que foi monitorada pela NSA dos Estados Unidos, a presidente Dilma Rousseff continua vulnerável à espionagem internacional por meios eletrônicos. Ela já usa o telefone de segurança para falar com ministros, mas não instalou o software criado pela Abin, o CriptoGov, que criptografa os emails. Apenas os ministérios das Relações Exteriores e as Forças Armadas utilizam o sistema, ainda em teste. Segundo fontes, o governo ainda mapeia como implantar a tecnologia nacional.

Apesar de reclamações e declarações seguidas contra os EUA, a presidente Dilma não decidiu o padrão de segurança para instalação nos computadores.

A Coluna revelou dia 6 de Setembro que a Abin criara o CriptoGov e o cGov – para telefones – para blindar Dilma. Pouco se fez desde então por indefinição dela.

O GSI e a Abin apresentaram os dois sistemas a assessores especiais de 30 ministros dia 14 de Agosto, no anexo do Planalto – antes da revelação da espionagem americana.

Siga a coluna no Twitter e no Facebook     

______________________

VOLTA, CLINTON!

A CNI se esforça junto ao escritório do ex-presidente americano Bill Clinton para que ele volte ao Brasil no primeiro semestre de 2014. Ele deu bolo há duas semanas para uma palestra. Deixou centenas de empresários à sua espera e foi ao funeral de Mandela. Detalhe, já recebeu os US$ 250 mil de cachê. Clinton tentou devolver, a CNI não quis.

FOLGA, QUE NADA

É recesso, mas com muita dor de cabeça para os políticos de todo o país, preocupados com as campanhas de 2014. É pule de dez para congressistas que o STF vai decidir, em Fevereiro, pela ADI a favor da OAB que proíbe doação de empresas a candidatos. Os caciques mantêm conversas por telefones para estudar opções de drible à futura decisão do STF. Uma delas é a inclusão de emenda a PEC que tramita na CCJ da Câmara, cujo texto será simples: será permitida a doação de empresas a candidatos.

RÉVEILLON  DO CA$CALHO 

O prêmio da Mega da Virada vai pagar R$ 219 milhões, conforme estimativas da Caixa para lotéricos. O banco espera arrecadar R$ 680 milhões.

LEMBRETE

O secretário de Saúde do DF, Rafael Barbosa, que tentou superfaturar aparelho de fisioterapia em R$ 3,5 milhões, é candidato a deputado federal. Ele é amigo do peito dos lobistas Tadeu Roriz e André Moura.

POBRE EIKE

Eike Batista, mesmo rico, seria lambari perto desses tubarões revelados pela Forbes semana passada: o americano Sheldon Adelson, dono de cassinos, faturou US$ 37,2 bilhões em 2013. Atrás dele surge Mark Zuckerberg (Facebook), com US$ 25,8 bilhões.

 

TRIO 

Dilma vai ao Fórum Econômico em Davos, Suíça, em janeiro, com uma sombra incômoda. Trata-se do governador de Pernambuco e candidato ao Planalto, Eduardo Campos, convidado pela primeira vez a participar. E levará Marina Silva.

PONTO FINAL

Paris será uma festa em Abril. Sérgio Cabral marcou para 31 de Março sua saída do Governo do Rio.


Aproximação de Geddel com ACM Neto irritou Dilma
Comentários Comente

Leandro Mazzini

A demorada demissão de Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) da vice-presidência da Caixa, a pedido dele, foi estratégia da presidente Dilma para neutralizá-lo politicamente no Estado e enfraquecer eventual aliança entre PMDB e DEM, o que prejudicaria o PT e Jaques Wagner, de saída.

Ela segurou o pedido de exoneração por meses após saber que o pemedebista se aproximou do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), para articular apoio na disputa ao governo baiano. Neto, porém, em primeiro mandato e com dezenas de programas federais para encher o cofre, colou em… Wagner e Dilma.

Geddel manda no partido na Bahia. ‘Não há outro projeto senão o governo’, ratificou para a Coluna há dias o irmão dele, o deputado federal Lúcio Vieira (PMDB-BA).

Mas ACM Neto, bem avaliado na prefeitura, quer ressuscitar o ‘carlismo’ fundado pela era do avô, e pretende lançar para o palácio o ex-governador Paulo Souto (DEM).

Siga a coluna no Twitter e no Facebook     

____________________

LUPA ESPLANADA

‘A medida foi tomada porque está em andamento um acordo com outras instituições’. Esta foi a mensagem seca enviada pela assessoria da Secretaria de Saúde do Governo do DF, após cancelamento de compra de aparelho de fisioterapia superfaturado em R$ 3,5 milhões, denúncia da Coluna. Com a resposta debilitada e na UTI, insistimos. ‘Está sendo feito estudo sobre possível parceria com instituições filantrópicas que oferecem ou possam oferecer o serviço. Como o projeto ainda não está pronto, não foi feito o chamamento de instituições’, respondeu ontem a Saúde do DF. Até hoje, porém, nada de cancelamento do contrato em publicação no Diário Oficial.

COFRE CHEIO  

Em dias normais, são poucas. Mas na noite festiva do Natal, 24, a PM do DF flagrou mais de 30 motoristas na blitz da Lei Seca apenas na orla do lago Paranoá no Pontão, reduto de restaurantes e festas, onde a turma deu selinho em taças. Vem aí dia 31.

 FERRO VELHO AIR

Vão para o ferro velho na Segunda-feira dezenas de caças franceses Mirage da FAB, cuja linha foi extinta e sem peças de reposição. Não há substitutos imediatos.

SUPREMA PIADA 

No país da piada, vem aí o concurso para vagas em Comunicação no STF. Na corte que derrubou o diploma, e onde o atual presidente manda repórter chafurdar na lama.

CONTRA-VENENO FEDERAL  

A falsificação de remédios no Brasil pode ter dias contados. Dilma sancionou lei que atribui a investigação à Polícia Federal, que possui as melhores equipes de laboratório de criminalística do país. O alvo será a venda pela internet. Vem operação aí. A lei é do senador Humberto Costa, ex-ministro da Saúde, e do deputado delegado Francischini. ‘A falsificação de medicamentos e a sua venda, inclusive pela internet, são crimes repugnantes contra a saúde pública’, frisa o delegado federal aposentado.

CONTA OUTRA 

Todo mundo viu, o povo, o fotógrafo de jornal, menos o Detran do RS. O motorista do carro em que Dilma Rousseff foi vista com netinho no colo, sem cadeirinha, não foi autuado porque ‘não houve multa por escrito e flagrante’.

EU, HEIM..  

‘Ninguém pode prender meus sonhos. O sonho de um Brasil livre da ditadura me levou à luta, à prisão e anos e anos longe de minha família e meu país’. Até parece mensagem de um Mandela Tupiniquim, mas é o cartão de Natal do José Dirceu, condenado por corrupção.

DOR DE CABEÇA

Para o governador de Alagoas, Teo Vilela (PSDB). Os policiais militares rejeitam acordo e a categoria pode entrar em greve em pleno verão nas belas praias do Estado.


Ministros-candidatos abusam da FAB para voos pré-eleitorais
Comentários 147

Leandro Mazzini

Antes que seja tarde, os ministros pré-candidatos abusam do conforto dos jatinhos da Força Aérea Brasileira (FAB) em visitas às suas bases eleitorais.

De 20 a 22 de Dezembro pelo menos dois deles fizeram agenda de pré-campanha com desculpa de acompanhar programas.

Escolhido por Lula para disputar o governo de São Paulo, Alexandre Padilha (Saúde) fez seis voos. De São Paulo (Congonhas) para Ribeirão Preto, Marília, Guarulhos, São José dos Campos, São José do Rio Preto, de volta a Guarulhos e dali para Brasília.

A agenda entrega Padilha: visitas para assinaturas de portarias e liberação de verbas, usualmente realizadas no gabinete. E visitas a hospitais e UPAs – onde recebeu aplausos, sorrisos e abraços.

Candidato à reeleição para a Câmara dos Deputados – e até cotado para o Senado – Pepe Vargas (PT), do Desenvolvimento Agrário, voou para visitas a aliados em Porto Alegre, Santa Maria, Passo Fundo e Caxias do Sul.

Segundo a assessoria, o ministro foi participar de cerimônia de entrega de diplomas de 700 alunos do Pronatec, e entregou máquinas agrícolas. As cidades supracitadas são parte de sua base eleitoral.

Não são poucos os ministros que têm utilizado os jatos da FAB semanalmente para agendas pessoais – uma prerrogativa do cargo. Depois que a Coluna citou o vaivém do ministro da Micro e Pequena Empresa, Afif Domingos, apagado no cargo, em voos semanais de Brasília para casa, e vice-versa, ele passou a citar ‘A serviço’ ao requerer os jatinhos.

O Comando da FAB não pode fazer nada a não ser acatar as ordens do vaivém de suas excelências. O ponto positivo é que os pilotos acumulam experiência.

Siga a coluna no Twitter e no Facebook     

__________________

MADAMES AIR

Uma prova de como a FAB sofre sob a vaidade e comodismo dos ministros: Na noite de Domingo, 22, duas ministras vizinhas deixaram suas cidades de origem rumo a Brasília. Gleisi Hoffmann (Casa Civil) decolou de Curitiba às 19h15. Ideli Salvati, uma hora depois levantou voo de Florianópolis. Num simples telefonema as ministras poderiam negociar carona numa só aeronave e economizar o bolso do pobre cidadão, que além de custear a farra, sofre nos aeroportos lotados e dentro de aviões-gaiolas atrasados.

NATAL DOS MENSALEIROS 

A comida do presídio da Papuda, em Brasília, apesar da divulgação de que não teria menu especial de Natal, teve arroz, feijão, peru com farofa na embalagem de alumínio. A mistura na rotina dos presos é alguma carne de boi ou frango, e suco de fruta.

CHECK IN MINISTERIAL

O Ministério do Turismo , por portaria, criou fiscalização com poder para advertir, multar e até interditar hotéis que não prestarem bons serviços durante a Copa. O ministro Gastão Vieira, do Turismo, está inconformado com a baixa adesão de hotéis à classificação de estrelas criada pelo ministério.

É A CRISE

Os americanos trocaram Madri por uma cidade asiática no projeto de construção de 12 hotéis-cassinos, coisa de US$ 30 bilhões. Estudam a construção na capital do Japão, Coréia do Sul ou em Hong Kong. Deu no Boletim de Notícias Lotéricas.

CONSOLO 

Os pilotos da FAB gostam do Gripen, da sueca SAAB, mas o escolheram por falta de opção. Seu sonho de voo era o russo Sukhoi, o caça mais potente do mundo. O maluco-beleza do ex-presidente da Venezuela comprou uns 20 destes. Coitado do Brasil.

PÓS TEMPORAL 

A Prefeitura de Nova Friburgo, a cidade mais afetada pelas chuvas todos os anos na região serrana do Rio, decidiu destinar os R$1,5 milhão, economizados pela Câmara de Vereadores, para os postos de Saúde e hospitais da cidade.

SOBRE RODAS

A Caixa decidiu entrar na linha de crédito para automóveis, mercado tradicional dos bancos privados, e se deu bem. Registrou, até Novembro, crescimento de 35% nos contratos em relação a 2012. Foram R$ 2,2 bilhões em contratos só este ano.

NOEL CARCEREIRO 

As perguntas que ficam para o Papai Noel que passa pelas delegacias do Maranhão de saco cheio para soltar detentos: quantos saíram antes, e por quanto, e em que unidades?

CIDADANIA

Veja que legal. Os médicos cubanos que atuam no Espírito Santo decidiram ajudar voluntariamente os prejudicados pelas chuvas. No atendimento e no transporte.


Caloteiras apelam à Justiça por licitação de linhas de ônibus
Comentários Comente

Leandro Mazzini

O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado de São Paulo apelou à Justiça para adiar a primeira licitação de linhas interestaduais de ônibus, no início de 2014.

A entidade agiu em nome de empresas que pretendem participar do certame, mas estão inadimplentes em milhões de reais com o fisco e com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que aplicou multas. Os dois casos as impedem de participar da licitação.

As empresas conseguiram liminar na Justiça de SP para adiamento. As caloteiras querem ganhar tempo na tentativa de reverter o edital.

Há pressão da maioria das empresas, muitas sonegadoras, para que a Agência exclua do edital o ponto que trata da quitação de impostos.

Há décadas as rotas das estradas são definidas e dominadas por grandes empresas do setor de transporte de passageiros, com poder de trânsito no Judiciário e nos Legislativos,  num vaivém sem qualquer tipo de restrição ou mão forte do governo. A licitação é para por ordem.

Siga a coluna no Twitter e no Facebook     

________________________

MARACUTAIA AIR 

A Infraero pode começar o ano de casa nova, em Março, quando pretende alocar 1.200 funcionários no prédio-hangar da antiga Transbrasil no Aeroporto JK, em Brasília. Os diretores da estatal estão afinados com os argentinos do consórcio Inframérica. A Infraero deixa sede própria, sem custos, para pagar.. R$ 528 mil por mês de aluguel.

MÃO NO COLDRE 

Os policiais federais vão baixar no Congresso em Fevereiro para pressionar o Ministério da Justiça a pagar o adicional de atuação em fronteiras. São R$ 90 por dia. Pretendem convencer a Comissão de Segurança Pública da Câmara a convidar o ministro.

É A CRISE 

Um poderoso grupo americano abandonou o projeto de construção de complexo de cassinos em Madri. Seria batizado de EuroVegas. É que os americanos pechincharam para isenção de impostos. E os espanhóis não abrem mão por causa da arrecadação. O projeto envolvia a construção de 12 hotéis-cassinos, shoppings e a geração de 250 mil empregos diretos e indiretos. A frustração é geral na economia de Madri.

O SILÊNCIO OS CONDENA 

Nas horas que passam acordados dentro da cela minúscula, os quatro mensaleiros – Dirceu, Delúbio, Bispo Rodrigues e Valdemar emplacam um silêncio ensurdecedor.

NA MOITA 

Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) vão dar uma trégua nas agendas em Janeiro, mas apenas aos holofotes. Vão conversar muito em casas de praias com poderosos aliados.

DOIS PESOS 

Um leitor atento encontrou a memória de jornal: Em outubro de 2009, foi noticiado que o prefeito Kassab, de São Paulo, planejava revisão de IPTU, de até 357% em alguns casos. A Fiesp não gritou, e o caso passou longe do STF. Haddad agora paga o pato.

APARTHEID VIRTUAL 

Em momentos imbecis assim percebe-se que o Apartheid tornou-se virtual, a despeito da luta de Mandela. ‘Estou indo para a África, espero não pegar Aids. Sou branca’. A frase no Twitter é de Justine Sacco, a executiva de NY. Ela nasceu na.. África do Sul.

$ONHO  

Apesar da arrecadação ainda abaixo da estimativa, lotéricos acreditam que a Mega da Virada, na Terça que vem, vai pagar R$ 250 milhões. Haja coração.

ACORDA, PREFEITO! 

Faixa de moradores de Madureira, Zona Oeste do Rio, para o prefeito Eduardo Paes (PMDB): ‘Obrigado Sr. Prefeito pelo Natal com muita merda na porta de nossas casas’.


Alagados, moradores de Minas e Rio sobrevivem sob chuva de promessas
Comentários Comente

Leandro Mazzini

A ida da presidente Dilma Rousseff ao Espírito Santo ontem, para sobrevoo nas áreas atingidas pelas chuvas recentes, esconde um problema maior ali perto, na divisa entre os estados de Minas e Rio.

Cidades da Zona da Mata mineira e do Noroeste Fluminense estão debaixo d’água porque o governo de Minas não realizou obras de R$ 300 milhões, com verbas do PAC, anunciadas há dois verões.

Os projetos das prefeituras atrasaram em alguns casos, e em outros o governo não liberou a verba.  Elas envolvem como prioridade a construção de barragem em Miraí (MG) para segurar a cheia do Rio Preto, que poucos quilômetros depois se une ao Rio Glória e forma o Rio Muriaé, que deságua em Campos, Norte do Rio.

Pelo trajeto, o rio banha mais de vinte cidades, cujo volume subiu nos últimos dias e deixou cidades em estado de calamidade.

O problema na região vem de exatos sete anos, quando rompeu uma barragem de minério em Miraí, o que levou bauxita e lama a assorearem os dois rios na região.

Enquanto evitou sobrevoar a região supracitada, a poucos quilômetros do ES, Dilma blindou, involuntariamente, a incompetência das prefeituras e do governo mineiro.

Siga a coluna no Twitter e no Facebook     

_____________________

NOITE INFELIZ

Inimaginável essa noite de Natal numa mesma cela no Presídio da Papuda em Brasília: José Dirceu, Delúbio Soares, Valdemar da Costa Neto e Bispo Rodrigues em silêncio, antes da meia-noite de ontem, num breu do cubículo. Há poucos quilômetros dali pipocavam fogos da Península dos Ministros, outrora frequentada pelo quarteto. Esquecido em outra cela pelos aliados da bancada da Papuda, o deputado licenciado Natan Donadon (RO) enrolado num cobertor barato, como tem dormido, conta carcereiro. Todos eles passam por revista a nu duas vezes por semana.

ZONA DE DESCONFORTO

Petistas prognosticaram a candidatura de Eduardo Braga (PMDB-AM) como pule de dez. Mas rola à boca pequena um pacto entre o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio (PSDB),e o atual governador Omar Aziz (PSD) que brigará por uma cadeira do Senado. O candidato tucano à presidência, Aécio Neves, e a cúpula do partido veem em Arthur Virgílio um forte nome para divulgá-lo nas regiões Norte e Nordeste.

PELA TANGENTE

Enquanto Sérgio Cabral e Lindbergh (PT) se digladiam pelo apoio de Dilma e Lula no Rio, um efeito paralelo tem chamado a atenção dos caciques e marqueteiros:  Marcelo Crivella (PRB). Ele está todo prosa. Fez pesquisas qualitativas recentes cujos números comprovaram o Ibope: além de liderar a corrida hoje para o Palácio Guanabara, sua rejeição vem caindo gradativamente, é uma das mais baixas.

IH..

A Caixa já alcançou R$ 79,8 milhões em arrecadação, até três dias atrás, nas apostas da Mega da Virada. Para pagar os estimados R$ 200 milhões, porém, precisa arrecadar R$ 375 milhões – ou 188 milhões de bilhetes.

ESQUECERAM DE MIM

Uma concursada aprovada para Analista do Senado procurou o senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) – ex-funcionário da Casa. O concurso vencerá em meados de 2014. Ou seja, há quase um ano e meio espera ser convocada e nada. Detalhe, segundo uma fonte: as vagas estão preenchidas por servidores de diversas sessões. Direção do Senado acenou com a possibilidade de chamar apenas 20, com previsão orçamentária prevista para tal antes de junho.

PAPAI NOEL DE DELEGACIA

Eis a decisão da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão para punir agente prisional e PM que permitiram a detento saída para festa de família, por R$ 150: eles serão punidos. Nada de exoneração. As perguntas que ficam para o Papai Noel que passa pelas delegacias do Maranhão de saco cheio: quantos saíram antes, e por quanto, e em que unidades?

PONTO FINAL

“Eu durmo bem. São os políticos os culpados pela falta de acordo
e pelo recurso à violência”.

Mikhail Kalashnikov, criador do fuzil AK-47, que morreu na Rússia aos 94.


Do marido ao voto, Acre impõe os maiores desafios a Marina
Comentários Comente

Leandro Mazzini

Antes que Marina Silva (PSB) comece a rodar o país para propalar a candidatura de Eduardo Campos (PSB) ao Planalto, socialistas e ‘redistas’ a alertam para cuidar primeiro da própria casa.

O Acre, seu estado e onde se filiou ao PSB, curiosamente é seu maior tabu, por série de fatores.

Marina não vence eleição no Estado de 400 mil eleitores – Em 2010 deu José Serra (PSDB) com 52,1%, seguido de Dilma (PT), e a verde em terceiro, 23,9%.

Para piorar o cenário atual: o seu novo partido, embora dividido, ainda compõe a base do governo Tião Viana (PT), e o marido dela, Fábio Vaz, é secretário de governo do PT.

Fábio Vaz é técnico agrícola e Secretário Adjunto de Desenvolvimento Florestal, da Indústria, do Comércio e dos Serviços Sustentáveis (ufa!) do governo petista.

A presença de Vaz no Governo de Viana é o menor problema, mas que a deixa em saia justa para eventual ataque à gestão petista num palanque ao lado de Campos.

A Rede tem encomendado pesquisas qualitativas para ver o real poder de Marina ‘em casa’. Enquanto Aécio Neves tentará conquistar o espólio de Serra.

Siga a coluna no Twitter e no Facebook     

__________________

O PUTIN(HO) 

Vladmir Putin, o ex-agente da KGB e presidente da Rússia, não faz feio na cidade natal Sochi, sede dos Jogos de Inverno em 2014. Misteriosamente uma série de prisões de jornalistas estrangeiros, pela polícia local e agentes federais, chamam a atenção pelo fato de denunciarem corrupção enquanto o povo pena com falta de serviços básicos. A denúncia é da Ong Repórteres Sem Fronteiras: plantaram drogas no jornalista Nikolai Iarst, repórter local, por ser o maior denunciador de corrupção política na cidade, e cortes de água e energia, além de fraude em hospitais. Ficou detido por seis meses. O jornal Mestnaia foi ocupado por agentes sob acusação de violação de direitos autorais. Levaram os computadores e arquivos. Outros dois jornalistas investigativos suecos foram detidos seis vezes em dois dias para prestarem esclarecimentos.

TAXIANDO

Pilotos da FAB dizem que os acidentes que puseram em xeque os caças Gripen, em testes, são normais para todas as fabricantes consertarem imperfeições.

PRÉVIA DO RIO

Marcelo Crivella comemorou a última do Ibope: além de liderar a sondagem, ficou com menor índice de rejeição, inclusive contra Marina Silva e o técnico Bernardinho.

INFELIZ NATAL

Deu no Boletim de Notícias Lotéricas: professora de Alegre (ES) ganhou R$ 370 mil na Lotofácil. Fazia as malas para o Réveillon quando descobriu que funcionário da casa lotérica esquecera de registrar o jogo. Vai processá-los. Tudo ocorreu numa.. Sexta 13.

ÊPA, ÊPA

O presidente do PRB mudou de posição. Antes apoiador de projeto de lei que iguala carreira de agentes à de delegados da PF, enviou carta de solidariedade à ADPF ao entender os argumentos de risco constitucional para todas as outras carreiras.

DEMORADÃO

Correios demorou sete dias – cinco úteis – para entregar pequena encomenda via Sedex do interior de Minas para Brasília. A Coluna tem o número do objeto para prova. Como é praxe nesta época, não é excesso de encomendas de fim de ano. É de incompetência. O PT e PTB, que mandam nos Correios há anos, são criticados por servidores por madarem para o lixo a imagem daquela que já foi a mais respeitada instituição do País. Preferiram torrar R$ 150 milhões na campanha de mídia dos 350 anos…

TETO FURADO 

Jogo do feminino Brasil x Chile no estádio Mané Garrincha no domingo em Brasília. Ingresso da arquibancada inferior a R$ 40. Mas o povo levou chuva com goteiras em vários pontos da cobertura novinha. O estádio, detalhe, custou R$ 1,6 bilhão.


Por financiamento privado, partidos manobram para driblar STF
Comentários 11

Leandro Mazzini

Uma disputa velada entre PT e PMDB ocorre paralela ao julgamento no STF da ADI que questiona a doação de empresas a partidos e candidatos para campanha.

O PT torce pelo financiamento público, porque será o maior beneficiado pelo tamanho da bancada.

Os outros partidos, capitaneados pelo PMDB, manobram para incluir emenda numa Proposta de Emenda Constitucional, em tramitação na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, cujo texto autorize a doação de empresas a políticos, a despeito da decisão do Supremo.

A primeira tentativa foi na quarta passada, sem sucesso, porque o PT derrubou a sessão.

O PMDB articula para colocar em votação na CCJ a PEC 344/13, de Mendonça Filho (DEM-PE), que restringe fundo partidário a legendas sem bancada no Congresso.

Os parlamentares da operação acreditam que, com a coalizão em prol do benefício geral, a despeito do PT, o Congresso consegue derrubar futura decisão do STF.

Siga a coluna no Twitter e no Facebook     

________________

TUDO PELO PT

Veja como a governadora Roseana Sarney (PMDB) amarra o PT com o PMDB como aliado para a disputa no Maranhão ano que vem. O partido tem três secretarias no governo, e o vice, o petista Washington Oliveira, acaba de ser indicado por ela – e aprovado na Assembleia – para conselheiro do TCE. Apesar do esforço do grupo dos Sarney, o opositor Flávio Dino (PCdoB), que disputará o palácio dos Leões, conta com simpatia de grande parte da militância petista e cresce nas pesquisas encomendadas pelos dois lados.

NO CHÃO E NO AR

Os pilotos da FAB torcem para que a prometida empresa nacional que será criada para desenvolvimento do caça Gripen use realmente a tecnologia tupiniquim, ‘para aproveitar o potencial multiplex aerodinâmico do modelo sueco’, diz comandante. ‘O Gripen tem maneabilidade para ataque ao solo, bombardeio longo, e pouso em pista menor. Isso atualiza parâmetros da função aérea de caça hoje’, complementa o piloto.

CHORA, BOEING  

A decepção do governo americano com escolha dos caças suecos passa apenas pela Boeing. Vários componentes do Gripen são americanos.

FRUSTRAÇÃO

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) solta o verbo. Diz que o mais frustrante no Senado este ano foram as propostas engavetadas pela Mesa Diretora. Como o caso de ‘sonegação de impostos da Globo’. Ele queria CPI, mas a emissora tem lobby forte. ‘A bancada não se reúne antes da votação no plenário. Acaba votando contra a vontade de senadores. E o pior, conforme o pedido da Casa Civil ou da presidenta em troca de manutenção de cargos. Isso acontece todos dias’, desabafa Requião. E não vai mudar.

EXCESSO DEMAGÓGICO

Em balanço de memória do senador Armando Monteiro (PTB-PE), ele classificou como um dos ‘excessos demagógicos’ a tentativa de financiar o passe livre para os estudantes com o dinheiro dos royalties do petróleo. Mas o povo deve voltar às ruas.

EXEMPLO DO TIO SAM

A presidente Dilma teve ideia da delegacia especializada para o torcedor ao saber do exemplo dos Estados Unidos para combater crimes. Lá essas delegacias são centenas, com salas dentro dos estádios. E não há confusão.

O OUTRO REI 

Fã do cantor Roberto Carlos, o ministro do Turismo revela que tentou convencer o rei a construir o seu museu em Cachoeiro do Itapemirim (ES). Supersticioso, RC não quis.


Mesmo inocentado, Perrella pode perder helicóptero
Comentários 1

Leandro Mazzini

De alma lavada e inocentado pela Polícia Federal – que prorrogou por mais 30 dias o inquérito – o senador Zezé Perrella (PDT) e seu filho, o estadual Gustavo Perrella (SDD-MG) pediram ao advogado Antonio Carlos de Almeida, o Kakay, que se esforce agora para recuperar o helicóptero flagrado com 452 kg de cocaína, de responsabilidade, segundo a polícia, do piloto.

Pela lei, a aeronave deve ser apreendida e doada à Receita para leilão. O prejuízo pode ser de R$ 2 milhões.

Os Perrella dependem do helicóptero para se deslocar pelo interior de Minas e visitar redutos eleitorais. O aparelho é crucial às vésperas da campanha.

A família também cedia o helicóptero para a diretoria do Clube Nacional, de Nova Serrana (MG), viajar pelo interior, pelo campeonato Mineiro da 1ª Divisão.

Perrella também pensa em processar judicialmente jornalistas que insinuaram ligação da família com a droga. A dúvida: e o ex-presidente Lula, que realmente insinuou?

Siga a coluna no Twitter e no Facebook    

_______________________

WAGNER MONTES VEM AÍ

Ex-jurado de Silvio Santos e hoje apresentador popular de TV no Rio, Wagner Montes foi disputado em leilão pelo PRB, PMDB e PSD – e ficou no partido de Gilberto Kassab. Seu projeto é se candidatar a deputado federal e, com previsão de alta votação, puxar mais um ou dois candidatos pela proporcionalidade.

SAI DA FRENTE!

Veja o que a direção dos Correios arrumou no setor de Autarquias Norte, em Brasília. Surpreendeu motoristas que há 30 anos usam pátio ao lado da sede, uma alça asfaltada. Instalou cancela, guarita armada e proíbe quem não for funcionário de parar ali.

TUDO EM CASA 

Não seria diferente com Eduardo Campos, agora na vitrine nacional. Suas contas de 2012 do Governo de Pernambuco foram aprovadas, mas com 15 ressalvas. O conselheiro relator no TCE é João Campos, seu primo. Nada demais, só para constar.

TUDO EM CASA 2

O incesto fiscal é sina do PSB. Continua pendenga judicial no Piauí o caso da primeira dama do Estado, conselheira do TCE, que fiscaliza as contas do próprio marido.

CHAPÃO DO FREVO

O presidente do PMDB, Valdir Raupp (RO), diz que seria ‘interessante uma aliança entre o Jarbas Vasconcelos (PMDB) e Armando Monteiro (PTB) em Pernambuco.

PORTA ESCANCARADA

A Comissão de Segurança Pública da Câmara preparou agenda para Fevereiro. O atual presidente, Otávio Leite (PSDB-RJ), aprovou requerimento de audiência em conjunto com a Comissão de Relações Exteriores para discutir a proteção da fronteira. As fronteiras, para variar, estão escancaradas. O SindiReceita, dos Analistas Tributários, tem um panorama mais completo da situação. Leite esteve em Ponta Porã (MS) e ficou pasmo com o vaivém de brasileiros e paraguaios. Muita droga e armas entram por ali.

TOGADA NELES!

Que o Judiciário não espere vida fácil se a ministra Eliana Calmon, recém-filiada ao PSB, se eleger senadora pela Bahia. A turma da toga será o alvo da ex-corregedora de Justiça linha dura: ‘Sou uma mulher que quer mudanças’, disse em entrevista a jornal.

PRÉVIA

O Instituto Multicultural no Paraná aponta liderança de Beto Richa para o governo, com 32%. Aécio, para presidente, lidera com 27%, Dilma com 17,5%, Marina Silva (PSB) com 12,5% e Eduardo Campos com 3%.

SUSTO & DESDÉM

Susto no Aeroporto JK, em Brasília, na Quinta. Um garoto de 12 anos sofreu convulsões e desmaiou duro. Próximo a ele e tentando ajuda, o deputado Jerônimo Goergen (PP-RS) ficou pasmo ao ver a indiferença e o desdém de passageiros. Segundo a Inframérica, o passageiro foi atendido em dois minutos, tratado e liberado 31 minutos depois. Mas o deputado diz que houve demora no atendimento.